Mesmo em meio à pandemia de covid-19, que restringiu viagens em todo o mundo, o Aeroporto Internacional Tom Jobim – RIOgaleão prevê aumento de 17% na movimentação em maio, na comparação com abril, graças à expansão da malha aérea essencial acordada com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Ao todo estão previstos 213 voos, contra 182 no mês passado. Desse total, 205 voos serão domésticos e oito internacionais.

A malha aérea essencial foi negociada entre empresas aéreas e o governo para garantir que nenhum estado brasileiro fique sem ligação aérea, durante as restrições de movimentação impostas pelo novo coronavírus. Essa malha seguirá vigente no mês de maio.

Em abril, o aeroporto do Rio de Janeiro experimentou queda de 96% no total de voos domésticos e internacionais, na comparação com o mesmo período do ano passado.